fbpx

CANNABIS CONTRA O AQUECIMENTO GLOBAL: COMO A PLANTA PODE SALVAR O PLANETA

A PLANTA QUE SERVE PRA TUDO, ATÉ PRA SALVAR O MUNDO.

 

Engana-se quem pensa que a Cannabis é uma planta só. Algumas espécies de Cannabis são ricas em THC, já outras são ótimas para produção de fibras e remédios, por exemplo. Em comum entre todas elas está justamente a variedade de usos e os benefícios que elas podem trazer para inúmeras indústrias. Foi, porém, a proibição cega guiada por preconceito e interesses econômicos diversos que colocou tudo no mesmo balaio e acabou ligando a Cannabis à ideia de uma droga viciante e perigosa, o que definitivamente não é verdade.

 

Agora, finalmente, com os constantes avanços nas legislações de diversos países desenvolvidos, pesquisadores têm redescoberto o quanto a Cannabis pode ajudar a limpar industrias importantes, mas altamente poluentes.

 

Existem pesquisas, inclusive, quanto à possibilidade de a planta ser usada em baterias, como biocombustível e em alimentos altamente nutritivos.


DO JEITO QUE TÁ, NÃO DÁ!


Ganja, Cannabis, Maconha, Marijuana e por aí vai. Tão diversos quanto os nomes, são os usos dessa planta milenar.

 

Fonte de comida, tecidos, papel, medicina, energia e muito mais desde tempos imemoriais, a Cannabis passa agora a ser reconhecida como uma poderosa aliada na luta contra o aquecimento global, a próxima grande batalha a ser enfrentada pela humanidade.

 

Praticamente tudo que a gente faz polui o planeta de alguma forma, convenhamos! Mas existem indústrias que poluem mais do que outras. 

 

Neste texto, vamos citar algumas delas e dizer como a Cannabis pode ajudar.


CONSTRUÇÃO CIVIL
SEM A PLANTA

 

Gente precisa ter onde morar, certo? Isso ninguém nega! 

 

Mas acontece que a construção civil, essa indústria multibilionária e fundamental, é responsável por cerca de 40% as emissões de dióxido de carbono no mundo. Ou seja, é dióxido de carbono pra caramba!


Desde os materiais utilizados nas construções, passando pelo transporte e chegando às atuais técnicas empregadas nas obras, cada novo prédio, estrada ou grande estrutura que erguemos é uma nova chaga imposta ao nosso planeta, o que faz com que seja urgente a necessidade de olharmos para novas formas de construir. E isso pode significar construir com Cannabis.


CONSTRUÇAÕ CIVIL COM A PLANTA

 

Usada do isolamento acústico e térmico aos tijolos que formas as estruturas, uma mistura de fibras de Cannabis e cal tem se mostrado uma forma mais barata, segura e inteligente de construir.

 

Além de produzir menos (bem menos) CO2 do que o concreto comum, construções à base de Cannabis ainda retiram CO2 da atmosfera, funcionando como verdadeiras esponjas que sugam os gases do efeito estufa da atmosfera e os armazenam nas paredes, literalmente. Além disso, por serem provenientes de matéria totalmente orgânica, esses materiais podem ser utilizados como fertilizante natural, o que contribui para evitar a produção de sobras e detritos comum nas construções atuais.


PAPEL
SEM A PLANTA

 

Até o final do século 19 a maioria do papel era feito de Cannabis. Como as primeiras bíblias e os primeiros rascunhos da Declaração da Independência dos EUA (veja só que ironia!) 

 

Hoje em dia o papel é feito com árvores – 50% das árvores derrubadas são para fazer papel – e causa muito desmatamento, fazendo com que todos os anos percamos uma floresta do tamanho de Portugal. 


PAPEL COM A PLANTA

Hoje já existem iniciativas para reintroduzir o papel proveniente da Cannabis no mercado. Além de ter excelente qualidade, o papel que vem da planta precisa de menos água e espaço para ser produzido, o que é uma excelente notícia para o planeta. O acesso à água potável é um problema em diversas partes do mundo e qualquer mudança nos meios de produção que represente a diminuição do consumo de água é mais do que importante, mas necessária.


INDÚSTRIA TÊXTIL
SEM A PLANTA

 

Uma camiseta de algodão usa aproximadamente 3.000 litros de água para ser produzida. 3.000 litros de água é basicamente o que uma pessoa bebe em cerca de 3 anos. Ou seja: para fazer uma camiseta usamos água suficiente para 3 anos de consumo de um ser humano. Essa conta não bate!


Além disso, ele, o algodão, precisa de muitos agrotóxicos para ser cultivado, o que acaba prejudicando o solo e contaminando o lençol freático.


INDÚSTRIA TEXTIL COM A PLANTA

 

A Cannabis, conhecida por produzir fibras resistentes e de excelente qualidade, precisa de muito menos água, fertilizantes e de ZERO agrotóxicos para ser cultivada.

 

01 hectare de Cannabis pode produzir até 2.5X mais fibras do que 01 hectare de algodão. 

 

O grande empecilho nesse caso é que as máquinas utilizadas na indústria têxtil são criadas para o uso com fibras de algodão ou de materiais sintéticos, o que faz com que se precise de alterações de projeto caso elas passem a ser utilizadas com fibras de Cannabis. Mas nada que um pouco de trabalho e, principalmente, incentivos e boa vontade não dê conta.

 

CONCLUSÃO


Com o planeta a perigo, a crise climática esmurrando a porta e a miséria crescendo em muitas partes do mundo, iniciativas que ofereçam a possibilidade de indústrias mais limpas não podem ser ignoradas. E nesse contexto a Cannabis se apresenta como uma das melhoras novidades – se é que podemos chamar assim uma planta milenar – dos últimos tempos e nossa poderosa aliada para salvar o mundo.


Para ficar por dentro do mundo da Cannabis Medicinal, seus usos e benefícios, acesse outros conteúdos em nosso
Blog e nos acompanhe nas redes sociais.

24 de outubro de 2022

Compartilhe: 

Abrir bate-papo
ESTAMOS ONLINE!
Olá 👋
Podemos ajudá-lo?