fbpx
Paciente CBD

POR QUE VOCÊ SERIA UM PACIENTE DE CANABIDIOL?

CANABIDIOL, O QUERIDINHO DA CANNABIS MEDICINAL.

Quando falamos em Cannabis medicinal, não estamos nos referindo apenas ao canabidiol, ou CBD, mas a uma série de canabinóides, flavonoides e terpenos que constituem essa planta que já é consumida há milênios e que, a cada dia mais, tem comprovadas as suas propriedades de cura.

 

Entretanto, é impossível negar que, entre tantos componentes, talvez o mais conhecido, e certamente o mais utilizado pela medicina, seja mesmo o CBD.

 

Isso porque, além dos seus inúmeros usos e propriedades, diferente do THC, outro canabinóide bastante famoso, o CBD não conta com efeitos psicoativos, o que significa dizer que ele não gera as mudanças de humor, percepção e consciência causadas pelo THC. Trocando em miúdos: ele não chapa!

 

O CANABIDIOL (CBD) E O SEU PODER DE CURA

 

Não é só pela falta de efeitos psicoativos que o CBD tem feito tanto sucesso dentro das pesquisas com Cannabis medicinal – apesar de o THC, mesmo com seus efeitos terapêuticos comprovados, ser SIM vítima de preconceito, mas essa é outra história –, mas sobretudo por conta do seu poder de cura.

 

O CBD é uma substância ansiolítica, anti-inflamatória, antioxidante, que ajuda na recuperação de lesões, regulação do estresse e do sono, promove o aprimoramento do foco e concentração, regula o apetite, age em doenças da pele etc, etc, etc, e tudo isso com praticamente nenhum efeito adverso comprovado.

 

Mas seguindo o título deste texto: POR QUE VOCÊ SERIA UM PACIENTE DE CANABIDIOL? Vamos tentar responder a essa pergunta listando aqui alguns de seus principais usos.

 

Prontos? Então vamos lá.


EPILEPSIA

Alguns dos casos mais famosos do uso de CBD, e grandes responsáveis pelo seu sucesso e aumento das pesquisas com a substância, estão relacionados ao seu uso no tratamento de casos de epilepsia refratária, doença autoimune que atinge milhares de pessoas ao redor do mundo. Não são poucos os casos em que crianças vítimas da doença, que enfrentavam centenas de episódios de crises epilépticas por semana, literalmente, passaram a sofrer com algo em torno de 2 ou 3 crises por mês, recuperando movimentos e funções perdidas, ou que sequer haviam sido integralmente desenvolvidas por conta da doença.


DORES E INFLAMAÇÕES 

Os efeitos anti-inflamatórios do CBD também já estão largamente comprovados. Bem por isso, a substância vem sendo usada por atletas profissionais e amadores no mundo todo – não por acaso, as Olimpíadas de Tóquio foram as primeiras a liberar o uso da substância – devido aos seus benefícios para o corpo e à possibilidade de substituir outros medicamentos para dor e inflamações que podem causar inúmeros efeitos adversos, inclusive dependência química, algo que com o CBD não ocorre.

Nós falamos mais sobre isso AQUI.


ANSIEDADE, ESTRESSE, DEPRESSÃO.

O CBD também é um ansiolítico poderoso, que já vem sendo utilizado com sucesso para o tratamento de casos de ansiedade, estresse, depressão, estresse pós-traumático e outras condições semelhantes.

Devido também a esse efeito calmante, o canabidiol é muito utilizado para o tratamento de distúrbios do sono, um problema que, segundo pesquisas, afeta mais de 700 mil pessoas só no Brasil.


PROBLEMAS DA PELE

Por interagir com o sistema endocanabinóide presente na pele, maior órgão do corpo humano, o CBD também pode atuar positivamente em doenças como: acne, psoríase, dermatites, comichões, excesso de sensibilidade etc. Pacientes já relataram expressivas diminuições nas lesões causadas por essas doenças, que afetam o corpo e também a autoestima, gerando outros problemas, como ansiedade, por exemplo.


DOENÇAS AUTOIMUNES VARIADAS

Esclerose, Alzheimer, Parkinson, Doença de Huntington e outras, são doenças autoimunes, sem cura, degenerativas e progressivas que costumam causar muita dor e sofrimento a pacientes e suas famílias.

Pois pesquisas indicam que, devido a seus efeitos anti-inflamatórios e antioxidantes, o CBD também apresenta resultados expressivos, não para a cura, ainda, mas para o combate aos sintomas das doenças, freando sua evolução e, em alguns casos, devolvendo aos pacientes funções antes perdidas.


POR QUE VOCÊ SERIA UM PACIENTE DE CANABIDIOL?

Nós esperamos que não, mas, caso você se identifique com algum dos problemas relatados acima e que podem ser tratados com o uso do CBD, parece que a resposta já está dada.


A verdade é que essa substância, e diversas outras encontradas na planta, estão a cada dia mais fazendo parte da vida e do tratamento de pessoas no mundo todo, melhorando sua saúde, devolvendo sua energia e atuando como aliadas na manutenção do bem-estar.


Caso você se enquadre em algum dos casos que podem ser tratados com o uso do CBD, procure um médico prescritor. Assim como qualquer outra medicação, a Cannabis também deve ser utilizada com o aconselhamento e acompanhamento de um profissional da saúde.

Para ficar por dentro do mundo da Cannabis Medicinal, seus usos e benefícios, acesse outros conteúdos em nosso Blog e nos acompanhe nas redes sociais.

Abrir bate-papo
ESTAMOS ONLINE!
Olá 👋
Podemos ajudá-lo?